segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

O 4 de ouros: Onde você está se segurando?

Olá queridos amigos!
Depois da visita do O príncipe de copas, que nos colocou em reflexão sobre o amor, nada mais sincrônico do que receber um Arcano do elemento Terra como sequência de energia e mensagem do dia.
O 4 de ouros mostra uma pessoa segurando as moedas como pode, com as duas mãos, com a cabeça, com os pés. E ouros neste caso embora possa falar dos bens, do dinheiro, das coisas materiais, também pode falar das coisas que damos valor em nossa vida.
E ai poderíamos falar também do relacionamento com alguém representado pelo O príncipe de copas.
Neste caso, as vezes nos prendemos ao outro, acreditando que ele é tudo em nossa vida. O nosso ar, o nosso céu, a nossa terra, ou seja, o nosso ouro. Vivemos do outro , pensamos no outro feito ouro na cabeça, e tudo o que fizemos é para o outro se sentir amado, valorizado, e não ter em pensamento, outras pessoas. E pra isso fazemos coisas que as vezes nos prejudicam, e ainda sufocam esta pessoa.
Quando percebemos estamos pensando por ele, planejando por ele, vivendo por ele, sem nem menos perguntarmos a ele, se tudo aquilo faz parte também do que ele quer pra sua vida, pro relacionamento.
E pior que o outro muitas vezes num inicio de relacionamento, não fala nada, deixa que a gente tome a frente, até porque ele não quer estragar os nosso planos, os nossos sonhos. Só que depois ele começa a perder a energia com que entrou na relação, porque se percebe não sendo alguém de fato dentro dela. Ele começa a perceber que aquele agrado, que aquela vontade de estar ali o tempo todo ao seu lado, fazendo tudo por ele, nada mais é do que o nosso medo de perder, do nossa insegurança diante da possibilidade de alguém chegar e nos roubar o nosso tesouro.
Mas vou lhes dizer uma coisa: é justamente por querermos prender alguém , que o perdemos, muitas vezes de maneira definitiva.
Quando a pessoa se sente sufocada, passa a nos ver como um ser apegado, doente, inseguro, possessivo, coisa que ninguém gosta de conviver. Então essa pessoa vai embora, arruma outra pessoa, as vezes até trai pra que a gente descubra e tenha motivo de mandar embora, sem que esta pessoa tenha que tomar esta iniciativa de partir.
E ai fica pergunta: onde você está se segurando?
Amor não é posse. Você pode querer o bem do outro, torcer por ele, até mesmo ajudar ele a conquistar os projetos dele. Mas não esqueça, projetos dele, e não aquilo que idealizamos ser o melhor pra ele. Sabe aquele gato, que não tem pretensão nenhuma de subir na vida, que gosta das coisas simples da vida? Foi assim mesmo que você se atraiu, portanto não queira fazer deste Ser, uma executivo que fala inglês e tem bons modos, porque ele vai se sentir usado, e aquele amor que a gente demonstrou ser, na verdade vai ser visto de uma maneira muito ruim.
Mude a si mesmo, e respeite o outro como ele é.
Assim você estará fazendo sua parte direito, para realmente segurar quem ou que você deseja. Invista nos seus sonhos, na sua profissão, na suas escolhas. Se valorize!

domingo, 4 de dezembro de 2016

O cavaleiro de copas: Amor com amor se paga

Olá queridos amigos!
Novamente temos a presença do príncipe do amor, do reino de copas, informando que alguém está voltando pra casa, pra relação, pro seu universo superior.
O príncipe já não alimenta fantasias que se desfazem como castelo de areia, ele prioriza aquilo que lhe faz bem de verdade, sem pressão.
Ele quer estar onde é bem vindo, onde se sente bem, onde a acolhida é verdadeira, alegre, e que lhe acrescenta paz, sabedoria, alegria, amor.
As vezes forçamos a barra, e acreditamos que estamos lutando por algo que é nosso. Se fosse nosso não estaríamos lutando, certo?
Então talvez seja um momento de aceitarmos o fato de que nem sempre quem a gente gosta, vai sentir o mesmo, ou que nem sempre os nossos projetos serão os mesmos de quem está caminhando ao nosso lado. É um direito de cada pessoa, saber o que quer, fazer aquilo que almeja.
Cabe-nos aceitar a diferença ou seguir adiante, mas tentar mudar o modo do outro ver as coisas, ou fazer, certamente vai gerar um incômodo futuro.
Portanto, se é Amor que seja pra valer, sem julgamento, sem controle, sem manipulação.
Simplesmente e poderosamente Amor.
E aí, como anda o seu nível de desapego?

sábado, 3 de dezembro de 2016

O dois de espadas: Espera um pouco

Olá queridos amigos!
Para este domingo saí com O dois de espadas, elemento Ar, que rege os conflitos principalmente de interesses e conceitos. Estes conflitos muitas vezes ocorrem dentro da gente, não é a toa que Osho o denominou de Esquizofrenia.
Como se duas pessoas tomassem um mesmo corpo, tentando direcionar suas ações para caminhos opostos. E como se o condutor do Carro, Arcano maior de número 7, perdesse o controle dos cavalos.
E num momento assim, não se indica tomar atitudes importantes, nem querer discutir relação com quem se ama. Corre-se o risco de rolar uma debate que não vai levar a nada de produtivo ou positivo, já que cada um vai tentar defender o seu ponto, sem intenção de ceder em algum aspecto.
É o famoso Arcano da dualidade, da divergência, das batalhas, enfim, das oposições.
Espera um pouco, deixa o tempo passar, deixa que as informações fiquem mais claras, pesquise sobre o assunto, converse mais no sentido de compreender o outro, e ai então quando tudo tiver mais claro, tome uma atitude.
Como Arcano dois, ele de certa forma é uma parte da Sacerdotisa, que no aspecto mental, representa a pesquisa, a colheita de informação representada pelo livro que ela carrega. E ela sabe inteligentemente que o momento é de ouvir , prestar atenção ao redor, em vez de falar. Então que o silêncio e a análise sejam nossas atitudes deste domingo.
E que seja este dia, um dia de paz!

O 10 de copas: O mundo se une

Olá queridos amigos!
Receber este Arcano para o dia de hoje não me surpreende. É um dia de intensa emoção, de muito choro, chuva, onde os sentimentos se misturam, se compartilham , se reforçam.
O mundo está com o coração partido, acompanhando a chegada dos corpos das vítimas dessa tragédia , na Arena Condá.
Chove muito no local, e acho que a água realmente vem com esse poder de limpar, de lavar a alma, de purificar e representar toda essa energia de saudade, pesar, dor que envolve o país. E de agradecimento pelo tratamento que foi dado pela Colômbia.
O 10 evoca os acontecimentos coletivos, e que nos colocam em uma só corrente, seja ela de alegria ou de dor.
É uma festa espiritual, uma festa de amor, mas também nesse momento, é uma união pela homenagem merecida, a estes guerreiros que estão a caminho de mais uma etapa espiritual.
Este fato com certeza me deixa por um lado, com a sensação que o nosso mundo ainda tem jeito. Que existe sim muito amor, muita compaixão, muito espírito de esquipe.
E fica a dica: se podemos nos unir num momento de dor, que possamos nos unir para construir um mundo melhor, mais humano, mais tolerante, mais ético.
Isso serve para todos nós, que de uma certa maneira , nesse momento, somos parte de tudo isso que ocorreu.
Amor, mais amor gente, menos guerra. Cada um tem o direito de ser feliz, de correr atrás dos seus sonhos, sem precisar que o outro lhe critique, lhe roube essa capacidade de ir em busca.
Chega de preconceito religioso, racial, chega de orgulho, chega de ódio, vamos fazer o que pede este Arcano: Nos unir em Amor!!
#ForçaChape! #ForçaChapecó!#Unidos somos fortes!#SomosUmaSóFamília!



quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

O seis de espadas: novos rumos

Olá queridos amigos!
Além da energia do mês hoje postei também a energia do primeiro dia deste mês de Dezembro, que generosamente foi o Arcano O sol. E de fato achei um dia bastante propício para esclarecimentos e a energia estava melhor, por aqui, afinal, ainda é complicado se desligar do que houve (CHAPE).
O seis de espadas, segundo Arcano de mesmo número neste inicio de mês, vem para trazer movimento, mudanças, novos rumos diante de uma situação. Na família do elemento Ar, este Arcano sucede o Arcano da tristeza, da perda, da frustração. E surge como um chamado a seguir em frente, porque precisamos continuar.
É uma necessidade que precisamos abraçar, porque enquanto estamos aqui, há uma missão a ser cumprida, há pessoas que dependem de nossa presença.
Este Arcano me faz pensar naqueles momentos em que a vida nos conduz, sem que percebemos por novos conceitos, novos fatos, novos contatos, com a intenção de nos fazer renovar as forças. Saindo da crise através de um fator novo, mas também compreendendo melhor o que nos colocou em certo ponto.
É um momento de estar ciente do nosso papel no mundo, mas também estar pronto pra seguir viagem, mudar de planos, de rota, criar algo novo, pensar diferente.
E pensar positivo. Porque a vida não quer outra coisa de nós que não seja a Felicidade.
Então que esta embarcação que se apresenta neste dia 02 de Dezembro, leve pra longe as nossas dores e frustrações, e que nos conduza para o amor, para o perdão, para o conhecimento, para o intercâmbio de ideias, para o crescimento espiritual.
Estamos falando de mudança. Que venham!!

Frase que tem muito haver com este Arcano: Não sei se me levo ou se me acompanho. Já se sentiram nessa situação? Que possamos reassumir o controle da embarcação. 

O sol: Arcano do dia

Olá queridos amigos!
O sol vem pra brilhar e trazer esperança, energia, clareza, alegria, para o primeiro dia de Dezembro.
Em companhia do Seis de ouros que rege o mês, estão iluminados os assuntos profissionais.
Entramos o mês com mais energia, com mais vontade de fazer algo diferente. A equipe está melhor sintonizada. Mesmo que não tenha sido assim durante o ano.
Acho válido agradecer, valorizar, cada momento que conseguimos sorrir, que obtemos apoio em algo, que vencemos um desafio, que estamos juntos, enfim, cada dia sorrindo não tem preço.
O sol esclarece, ilumina, aquece, limpa, da força, otimismo.
Que possamos aproveitar esta energia com responsabilidade. 
Vamos curtir o sol , vamos ser Sol na vida das pessoas, desejar muita luz, muito amor, muita força para seguir em frente, para realizar seus sonhos, para cumprir suas metas.
E viva O sol! 

Energia do mês : Generosidade

Olá queridos amigos!
O mês de Dezembro encerra o ano do Arcano Eremita. Um ano que foi bastante intenso, complicado, de muitas lutas, de muitas mudanças no mundo, no nosso País.
Um ano em que a gente vivencia de perto a crise que afeta o nosso modo de ver a vida.
Tivemos o freio de mão puxado e teremos que ter responsabilidade daqui pra frente, porque as coisas parecem que só pioram.
Mas com Dezembro temos aquela sensação de que apesar dos pesares, estamos aqui mais um ano, superando adversidades financeiras, afetivas, sociais. Enfrentando o tempo, a falta de tempo, e outras faltas mais. Enfim, estamos aqui, "caminhando e cantando e seguindo canção".
Para Dezembro saí com O Arcano O seis de ouros, uma carta que nos fala de compartilhar, doar, ser generoso.
Acho que o brasileiro sabe muito bem o que é isso e mais uma vez diante de uma tragédia como essa da Chapecoense, mostramos que somos mais que um time, que uma religião, que um estilo de vida. Somos irmãos, somos seres humanos que precisamos nos abraçar.
Que precisamos nos ajudar, nos confortar, nos respeitar, para fazer deste mundo um mundo melhor, um mundo mais feliz, um mundo de amor.
O seis de ouros é a troca de presentes, são os ganhos, são as celebrações de final de ano, mas acima de tudo é esse chamado a ajudar quem precisa, de alguma forma: palavras, ouvido, roupa, comida, enfim, cada um doa o que pode.
Um mês também para receber, porque tem gente que tem problemas em admitir que precisa de colo, de ajuda, de um conselho.
Chega de orgulho, estamos no mesmo barco, e como tal, o que nos diferencia é a nossa função: hoje eu remo amanhã eu sigo o fluxo de quem rema por mim.
Que seja este mês , um ciclo de harmonia, generosidade, partilha de coisas boas, alegria, superação dos momentos delicados e amor.O amor sempre será o melhor presente, a melhor filosofia, religião, que podemos seguir em nosso dia a dia.
O mês encerra com esta energia de ganhos, sucessos, mudanças práticas, trabalho em equipe, união. O aspecto mais forte é o terreno, ou seja, é um mês que precisamos confiar no poder de fazer , materializar, concretizar.E o último mas a vida segue, e tem muita coisa a ser feita.
Mãos á obra. Vamos nos trabalhar enquanto seres em busca de crescimento, buscando aquilo que pode nos melhorar como pessoas, como filhos, pais, irmãos, namorados, maridos, colegas de trabalho.
De alguma forma, como podemos contribuir? Feliz Dezembro!

Disqus for Senhor da Vida Tarot